quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Qual foi a última vez que você Desenhou?

Crianças sempre desenham. Meninas ou meninos, ricas ou pobres, felizes ou tristes. Todas elas adoram desenhar como se tivessem nascido pra isso.

Mas aí tinha uma coisa que me intrigava. Por que a maioria das pessoas param de desenhar quando se tornam adultas? Falta de incentivo? Falta de talento? Medo de no futuro se tornar desenhista e depender de freelas para pagar as contas? Dúvidas, dúvidas…

Foi só na faculdade que entendi a solução deste mistério. Mas pra isso tive que entender como funciona o processo de desenvolvimento artístico das crianças!


desenho de criança garatuja 1 a 3 anosDe 1 a 3 anos – Fase conhecida como das garatujas. Aqueles desenhos sem muito sentido sabe? Fase adorável em que o petiz descobre as paredes da casa. Não respeita os limites do papel, nem da Mãe. Os desenhos começam como riscos, depois evoluem para círculos, podendo até ganhar os primeiros indícios humanos, como bolinhas no lugar dos olhos.

desenho de criança garatuja 3 a 4 anosDe 3 a 4 anos – A criança já tem mais firmeza para segurar o lápis, pincel, giz ou qualquer coisa em que ela possa expressar todo seu talento de criança arteira. Já dominou as formas e tem intenção de reproduzir algo. Já dá para diferenciar quem é a Mamãe, o Papai e o gatinho no desenho.

desenho de criança garatuja 4 a 5 anosDe 4 a 5 anos – É a famosa fase dos desenhos típicos de criança: casinhas, flores, solzinho com carinha, paisagens, bichinhos… já se preocupa em dar uma aparência mais real usando mais cores, inserindo mais detalhes como cabelos, a cor dos olhos e o nariz grande do titio.

desenho de criança garatuja 5 a 6 anosDe 5 a 6 anos – Já ganham a capacidade de inventar histórias, e não se prendem tanto em retratar a vida real. Imagino que deve ser nesta etapa que os pequenos também ganham a habilidade de inventar uma mentira com começo, meio e fim para enrolar a mamãe na hora do almoço.

desenho de criança garatuja 7 a 8 anosDe 7 a 8 anos – Nesta fase o realismo domina. A criançada já consegue ter noção de profundidade e distancia, inserindo uma certa perspectiva nos seus desenhos. Nesta etapa também é quando a auto crítica reprime a cabecinha deles. Ficam muito exigentes e se frustram fácil se acham que o desenho não ficou legal. É quando muitos param de desenhar.
Eis a solução do mistério!
Na verdade as pessoas não param de desenhar depois de adultas, elas param antes! E é por isso que muitos adultos, mesmo com toda capacidade de observação que tem, ainda desenham como se fossem crianças!

O fato é que sem estímulo, alguns setores do cérebro “atrofiam” sua capacidade.

Como no dia-a-dia nosso cérebro acaba tendo que recorrer mais ao raciocínio lógico do hemisfério esquerdo, na escrita, na fala e na hora de somar a dívida do cartão de crédito, é normal que a criatividade do hemisfério direito fique preguiçoso, dificultando assim desenvolver uma expressão artística.

p.s - Para ilustrar este post tive que desenhar igual uma criança. Não sabia que era tão difícil "desaprender" a desenhar!

36 comentários:

  1. Engraçado, foi aos 9 que comecei a desenhar e não parei até hoje!

    Deve ser só pra ser do contra mesmo... hahaha

    ResponderExcluir
  2. Quando eu era pequeno sabia das coisas que compunham cada coisa... uma casa tem o telhado, porta, janela... uma pessoa tem cabeça, braços e pernas...
    eu desenhava as pessoas com o braço saindo da barriga (hehehe) ´. Eu lembro de como foi legal descobrir que na verdade os braços saiam dos ombros...e mais genial ainda desenhar todo mundo (família) com as mãos para trás (evitando desenhar dedos o que é MUITO difícil até hoje)

    ResponderExcluir
  3. Marcus,
    Hmmm acho que vc já desenhava antes heim? mas só se lembra de quando começou a desenhar melhor. ;-)

    K-prA,
    Não é só criança que usa este artifício de desenhar as mãos pra trás quando não quer desenhar mão. Muito ilustrador crescido faz isso quando está sem paciencia, hehe

    ResponderExcluir
  4. É, faz muito tempo que não desenho, devo ter parado com uns 7 anos, não me lembro ao certo.

    Nunca fui muito de desenhar, mesmo quando criança, acho que sempre faltou um pouco de coordenação motora com os lápis.
    Gostava muito de colorir (pegar algum desenho já pronto de contornos).

    E não me lembro de desenhar pessoas... sempre desenhava cenários ou objetos - carros, aviões, etc...

    Se for para mim desenhar pessoas hoje, acho que vai sair somente Olívias Palitos hehehe

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que invejaaa de quem desenha! acho que não desenho nem igual uma criança de 3 anos! rs

    ResponderExcluir
  6. Willian,
    Taí, vc deveria ter sido colorista então, igual a Cris Peter -> http://crispeterdigitalcolors.wordpress.com/

    Michele,
    Hahahahaha, :-P

    ResponderExcluir
  7. Oi Ila! Ótima explicação, acho que frustração é realmente um motivo forte para as pessoas desistirem de algumas atividades (não apenas desenho).

    Eu aindo desenho um pouco de vez em quando (/nunca hahaha) e coloco no deviantart (http://annelise-y.deviantart.com/gallery/).

    Eu gosto muito de artes em geral, mas eu levo como hobby. No colégio cai de amores pelas ciências exatas e escolhi fazer curso de Engenharia, hehehe.

    ResponderExcluir
  8. Acho que não é só a frustração que faz as criancinhas pararem de desenhar, mas o fato de que os desenhos começam a ser encarados como uma fuga da lição de casa e dos estudos e bla bla bla... ¬¬'
    Sorte que eu não ouvi muito disso em casa (e o que eu ouvi, ignorei XD), ehehehe...

    ResponderExcluir
  9. ótimo post ila!
    sou apaixonado por desenhos de crianças, as chamadas gartujas. faço coleção, tenho um monte e não me canso de coletar mais e mais. quero desenhar igual elas. ironico toda essa volta q fiz pra querer retornar a esse inicio.

    ResponderExcluir
  10. Annelise,
    Pois é, talvez os ilustradores natos são os que tem menos auto crítica nestas horas. Ou não! hehe

    Maria Fernanda,
    Não duvido, muitas devem parar de desenhar quando descobrem que existe diversão além do papel. :-/

    Ryot,
    Mas não é o máximo desenho de crianças? elas viajam nas idéias sem medo de ser feliz!
    Eu vejo uns caderninhos antigos que eu ainda tenho, onde eu desenhava gatos gigantes, navio voador, ondas malvadas... e por aí vai!
    Acho que foi o Picasso que disse que demoramos uma vida inteira para desenhar feito crianças né? acho que esta é a essencia da criatividade! ;-)

    ResponderExcluir
  11. Ixi, não foi isso que eu quis dizer. hehehe

    Na verdade, acho que 'ilustradores natos' são os que superam a frustação e encontram o amor pelo desenho.
    Ai, no meu 1. ano de graduação me frustei um pouco, mas superei e hoje vejo que fiz a escolha certa!

    Desculpe, não quis dizer ilustradores natos não tem auto-critica!

    ResponderExcluir
  12. Annelise,
    Eu entendi sim, eu falei que talvez (bom, posso estar falando uma besteira) as crianças que continuam ilustrando depois que crescem, são as que passaram por esta frase de auto crítica, sem se criticar muito entende?
    Acho que mesmo depois que a gente cresce, tem dias que esta auto crítica está muito aguçada, o que nos impede de desenhar. Eu odeio quando começo um desenho e já paro no começo por achar que não ficou bom. Isso trava a gente. :-/

    ResponderExcluir
  13. Já eu, sempre fui mais de desenhar formas geométricas. Um desenho que eu não vou esquecer, é de quando eu desenhei uma casa em perspectiva e adorava ficar cuidando dos detalhes da janela, telhado, borda do telhado, ou qualquer pedaço que envolvesse linhas retas.

    ResponderExcluir
  14. Nossa, q legal sua "evolução" dos desenhos infantis! Eu creio q parei na fase "5 a 6 anos". Nem profundidade eu sei dar. Mas pq as pessoas param? Ok, auto crítica e tal, mas...por quê?

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Que interessante. Não sei quando que parei de desenhar, mas pelo esqueminha do seu post deve ter sido por volta dos 5 anos, pois até hoje desenho desse jeito aí. rs

    ResponderExcluir
  16. Claudio,
    Tem uma fase que a criança fica fissurada em detalhes mesmo! teve uma fase que eu desenhava bastante "decoração". Desenhava, tipo, o quarto dos meus sonhos, cheeeio de detalhes! Mas eu nunca fui muito fã de retas.

    Carrie,
    Acho que além do lance da auto crítica, rola também um tipo de conflito com outros interesses... com esta idade elas já começam a ter outros tipos de preocupações, como a escola por exemplo. Então preferem usar o tempo restante com brincadeiras, amizades, coleções, videogame... Mas isso é uma suposição minha. ;-)

    Cátia,
    Hahaha, então vc está bem, tem gente que nem assim desenha viu! ;-)

    ResponderExcluir
  17. Oi Ila!!!
    Sou Angela sempre te vejo no blog da Gix.
    Quero fazer aqui um comentário que ninguém fez, se falou muito em auto critica mas o que mais vejo na escola em que leciono artes é amiguinhos que debocham dos desenhos dos outros amiguinhos, ai a criança vai se fechando, e muitas vezes quando desenham e vem entregar o desenho, entregam e pedem: "coloca por baixo dos outros pra ninguém ver pró". mas todos somos capazes é só não parar, se conseguir passar dos sete anos desenhando e não se render as criticas, corre o risco de se tornar um desenhista, mas muitos param aos 7 anos, uma pena.

    ResponderExcluir
  18. Nhééé... eu adouro desenho (como eu disse um dia, ainda faço um curso), Desenho até hoje como se eu tivesse 5 aninhos! hehehe!

    ResponderExcluir
  19. Ila,
    Eu também parei de desenhar na fase da autocrítica,mas desenvolvi outras habilidades artísticas,hoje faço quadrinhos com imagens em esculturas de papel (no meu blog, www.iedalandia.blogspot.com, tem alguns em exposição.)
    Só voltei a desenhar (gartujas, é claro) depois que virei mãe, pois minhas filhas me pedem para desenhar sempre.
    Em falar nelas, a minha filha de 3 anos desenha as pessoas assim: um círculo (que é a cabeça), um risco em cada lado do círculo (braços) e mais dois riscos embaixo do círculo (pernas)...Aí eu pergunto para ela "- E cadê o umbigo ?" Então ela faz um pontinho dentro do círculo, embaixo da boca, onde, teoricamente, seria o queixo...É lindo ! (sou mãe coruja colaborando com a auto confiança da minha filha!)

    Ieda

    ResponderExcluir
  20. Sandman,
    Uia, acontece isso também né? a criançada é fogo. Comigo não chegou acontecer isso, mas se tivessem me trollado assim na infância é bem capaz que eu tbm tivesse travado

    Gabi,
    O que importa é conseguir ver o mundo com olhos de criança! isso eu sei que vc faz.

    Ieda,
    Desenhar pra criança é muito engraçado, elas ficam boquiabertas com o desenho surgindo no papel!
    Também acho o maior barato vê-las desenhando.

    ResponderExcluir
  21. Bom no meu caso foi diferente quando eu estava no colegio sempre tinha alguem me torrando a paciensia pra fazer desenho pra eles e sem contar que eu fazi por diverção.
    To vendo que muito pessoas ganharam notas nas minhas costas rsrs.
    Esse negocio de desaprender a desenhar e complicado e como tentei fazer o proseso complicado acredito eu que não enchergo mais como crinaça não rsrs


    Lidiomar

    ResponderExcluir
  22. É por isso que hoje eu desenho igual a um pato.

    ResponderExcluir
  23. Oi Ila, é a esposa do Jayme! Sabe que eu faço artes e não desenho/pinto nada faz um ano? Eu parei de desenhar ainda criança e achei que fosse "aprender" na faculdade, mas não é essa a proposta do curso... daí, não me senti suficientemente estimulada e travei geral... que pena, admiro e invejo um trabalho como o seu, parabéns!

    ResponderExcluir
  24. Uma boa e ter sempre papeis , lápis coloridos, canetinhas, lápis com grafite macio, sempre a mão, a criança começa a desenhar como faz outras coisas, em casa sempre fiz isso, meus dois filhos são desenhistas hoje, adultos e trabalham com desenhos, um cria jogos digitais e vive disso e o outro cria sites, nunca pararam de desenhar desde que conseguiram segurar um lápis, as vezes estamos conversando e no guardanapo ou qualquer papel surge um desenho sem nem querer, ficou algo automático, como falar, andar acho o máximo;.) ANGELA \O/

    ResponderExcluir
  25. Lidiomar,
    Hahaha, quando um desenha todo mundo pede desenho na sala né? ;-)

    Takashi,
    hohohho (o< <- era para ser um pato.

    Oi Ale!
    Então, o curso realmente não te ensina a desenhar, mas uma coisa que me ensinaram, foi que o desenho não precisa ser perfeito. Assim muita gente que achava que também não desenhava, teve coragem de se meter entre os papéis e fazer coisas muito legais! ;-)

    Oi Angela,
    Ah, vc incentivou seus filhos, que bom, muita gente corta o barato da criançada. Lá em casa, como minha mãe tbm fez artes plásticas, ela também me entendia. Exceto a vez em que eu desenhei na parede, errnnn deixa pra lá, hahahaha

    ResponderExcluir
  26. Quando vc precisar de alguém que não saiba desenha estamos ai o/

    Não precisa sofrer não...rsssssssss

    ResponderExcluir
  27. Sou um mestre de todas as garatujas...

    ResponderExcluir
  28. Gostei dos seus deseinhos ;-)

    ResponderExcluir
  29. Que legal... Deu até vontade de tentar desenhar, pena que meus desenhos estejam na categoria de 3 a 4 anos..hauhuahuahua

    ResponderExcluir
  30. Trinity,
    Hahhaha pó dexá!

    Anônimo,
    Obrigada, mas da próxima vez deixa o nome ok? ;-)

    Cleber,
    Óia, se eu te contar que a idéia do desenho é que empolga mais que o desenho em si... hehe

    ResponderExcluir
  31. O mais legal de tudo foi o (P.S).
    Excelente post!

    ResponderExcluir
  32. interessante, como vc desenvolveu essa pesquisa sobre a faixa etária dos traços?

    abs

    ResponderExcluir
  33. Cerkuenik,
    Na faculdade tem uma matéria só sobre isso. ;-)

    ResponderExcluir
  34. meu filho tem 4anos e 6 meses e não consegue desenhar nem igual ao de a a 3 anos. Por que será? É sinal de algum problema??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei te dizer, isso só um psicólogo pode avaliar.

      Excluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora