segunda-feira, 30 de maio de 2011

Orgulho Loiro

Ilustração Mulher loira, cabelo comprido, segurando bolsa, mão na boca, dia do orgulho loiro, by Ila Fox

Existe um tipo de preconceito velado que é o contra as loiras. Se ostentar madeixas naturais então. Coitada de você! Será julgada sem chances de defesa. Todos pensarão que é burra, fresca, metida, arrogante, vaidosa, fútil, falsa... sem ao menos te conhecerem direito.

Você terá que gastar o triplo do tempo de uma morena para provar que é gente fina, por exemplo. E quando perceberem que você “Até que é legal”, vão logo tascar-lhe um outro defeito: “Ahhh mas achei ela meio convencida!”. Aiai, haja paciência!

Até nos inocentes quadrinhos da Turma da Mônica as loiras sofreram preconceito, hehe, é só ver nesta crônica que o próprio Maurício de Sousa escreveu, onde ele se desculpa pela falta de personagens loiras e boazinhas.

Abaixo preconceito contra as loiras! hunf!

18 comentários:

  1. E quando são branquinhas, loiras, de olhos azuis E talentosas, então, são insuportavelmente chatas.
    Né, Ila?
    :P
    (brincadeira, óbvio)

    Mas hoje em dia eu entendo que uma parte das meninas muito bonitas (e geralmente com esse padrão de loira-de-olhos-claros) acabam sendo 'malinhas' até por auto-defesa. Imagina a quantidade de gente interesseira (principalmente homens, claro) que se aproxima delas.

    ResponderExcluir
  2. Por outro lado, as loiras chamam muito mais atenção :) Lembro quando minha irmã pintou o cabelo de loiro, comentou que o número de caras paquerando ela quadruplicou! :D

    Mas te entendo, Ila, é um saco ter que ficar provando que você não é aquela pessoa que os outros imaginam - por preconceito - que você é. E se você dá de ombros, e nem tenta provar nada, aí que fica de antipática mesmo... hmpf.

    Um abraço da morena que não te acha nem um pouco metida, pelo contrário! :)

    ResponderExcluir
  3. NeoNights,
    Sua teoria da auto defesa faz sentido. ;-)

    Carol Rivello,
    Quando eu trabalhava fora era uma tristeza! pra mostrar que eu era capaz e não era uma songa monga burra, tinha que passar por todo crivo de preconceitos. E isso pq nem era loira blonder tipo Barbie, imagine se fosse! :-P

    ResponderExcluir
  4. Ila! eu estava falando sobre isso ontem mesmo! existe SIM um perconceito velado contra loiras, e se a gente achar ruim ainda é capaz de dizerem que reclamamos de barriga cheia! então vou dizer:

    Gente, não é fácil ser loira. Não falo só das idas ao salão, do gasto excessivo com o cabelo, mas falo de lidar com o preconceito das pessoas, dos homens achando que somos fáceis, das mulheres nos julgado pelas costas!

    ResponderExcluir
  5. Concordo com a Carol, quando pintei meu cabelo de loiro meus admiradores aumentaram! rs porém, isso tbm foi ruim, pois se antes um cara se aproximava de mim pelo quem eu era, depois que me tornei loira os caras só queriam ficar comigo por eu ser loira! sim! acho que nos tornamos uma espécie de troféu! rs.

    ResponderExcluir
  6. Nina,
    Loiras chamam atenção (principalmente as beeem loiras), então é normal que estando em evidencia fique mais fácil de estarem na mira dos comentários maldosos. :-P


    AnaLu,
    Isso é outra verdade viu. Tem quem ache que a vida amorosa das loiras é mil maravilhas, eu acho q justamente por ter muito homem "interessado" acaba nos despistando dos que realmente gostam da gente, e não dos cabelos, hehe.

    ResponderExcluir
  7. É vero...... quantas piadas sobre loiras existem por aí........ Ñ sou loira e nem tem olhos claros, mas coloco peruca e lentes de contato pra acabar com esse preconceito brega!!!!!!!!!! Uhhhhuhhh!!!!!!!
    Bjão;-*

    --
    Le

    ResponderExcluir
  8. Quem inventou está ideia ridícula de que loira é fútil,e porque tem dor de cotovelo.
    Eu acho toda mulher capaz de desenvolver suas características,sem ter que provar nada a ninguém,infelizmente alguns ignorantes,gostam de perder tempo com que já foi provado.
    Mulher loira é muito inteligênte e acima de tudo linda.
    Nada pessoal,vc é prova disso e de muito mais que deixaria qualquer tinta de cabelo de queixo caído.

    Sou morena e admiro as coisas que coloca em seu blog.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Le,
    Haha, dia de por peruca loira! aeeee

    Cacau,
    Obrigada menina! até existe loira burra (ô!) mas o ruim é que por causa dessas toda levam a fama né? ;-)

    ResponderExcluir
  10. Qualquer hora, vou me dar este gostinho de me ver de loira,só para sentir a sensação de liberdade.

    E verdade,a infeliz talvez neste dia deu o azar de talvés estar loura,será que quem deu a fama,não viu se ela era tingida.

    Realmente somos julgadas pela aparência,o conteúdo,são poucos que tem paciência para conhecer e se aprofundar.

    Felicidades!!!!

    ResponderExcluir
  11. Fico pensando... (xii)

    Será que na Dinamarca, Noruega, Suécia, etc., onde uma morena (ou moreno também, nada de sexismo) devem ser mosca branca (*)... será que eles também não se sentem do mesmo jeito quando por lá?

    Será que eles tem de se proteger, e dar um duro para serem aceitos, não apenas pela beleza/exotismo, etc e tal?

    Terão de comprar lentes de contato azuis para se misturarem na multidão? Or play dummy to match people's expectations? 'Magina: morena e inteligente, God's not fair to the rest of us! ;o)

    Serão as piadas lá de "morena burra"? Dá para fazer um episódio de "Além da Imaginação" (ou "Casseta & Planeta") onde tudo ocorre às avessas?

    Pensei demais, chega...
    Abraços!

    (*) Lembro de um depoimento do Lima Duarte, que, moreno (e quando tinha cabelo), morou na Suécia, e dizia chamar muita atenção por lá, fazendo muito sucesso - mas também, com a voz do Manda-Chuva, até eu... :o)

    ResponderExcluir
  12. Oi Mario,
    Hmmm algo a se pensar... ;-)

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Rodrigo,
    Obrigada. Apesar que o problema parte tanto de homens quanto de mulheres entende? jovens, velhos... vai ter sempre alguém que vai achar a loira, a chata e metida. :-/

    ResponderExcluir
  15. A tal loira metida,chata de ''nariz empinado'', realmente tenho em mente.Um preconceito, claro que muitos tambem deva te-lo.
    Mas minha avó era bem loira, descendentes de alemãs e não era nem um pouco metida.

    ResponderExcluir
  16. Oi Tiago!
    Sim, todos nós temos um tipo de preconceito. Eu mesma confesso que sempre fico com um pé atrás em relação pessoas muito religiosas, pois infelizmente são os mais preconceituosos e hipócritas. Claro que eu sei que nem todas são assim, já me surpreendi e encontrei pessoas incríveis, mas assim mesmo sempre vou com um pé atrás.

    ResponderExcluir
  17. Loiras são verdadeiras Deusas, e como tais, são invejadas e temidas, daí surge o preconceito, por pura raiva e inveja das que gostariam de ter tal beleza!
    Pelo menos até hoje, todas as loiras que conheci, além de belas eram super legais e inteligentes... Realmente não existe outra explicação pra este preconceito a não ser a inveja!
    Ahhhhh...Nada contra as outras mulheres, mesmo pq sou louco por ruivas e japonesas...rsrsrs
    Acho que não é a cor do cabelo ou a etnia que define alguém e sim os seus atos,é aquela velha história, jamais devemos julgar um livro por sua capa!

    ResponderExcluir
  18. Olha, vou falar dar um ponto de vista diferente aqui que acho que vai ser produtivo pra se chagar a um entendimento da coisa...

    Minha mãe é européia, loira de olhos verdes, o tipo de beleza considerada clássica, meu pai é um misto de árabe com índio, bem morenaço mesmo. Eu nasci branca meio amarela, com cabelos que no começo eram bem pretos e depois foram virando um ruivo acastanhado, tenho olhos castanho-chocolate e traços faciais de oriente médio. Pois bem, quando eu era criança, todas as pessoas olhavam pra mim e diziam assim:
    "_ Nossa, sua mãe tem olhos tão lindos, QUE PENA QUE VC NÃO HERDOU OLHOS LINDOS COMO OS DELA!"
    Agora imagina crescer ouvindo isso... na minha infância eu tinha ódio mortal de toda e qualquer garota loirinha, se tivesse olhos claros então, piorou! Porque só me lembrava de quão 'feia' e 'errada' era a minha cor.

    Eu cresci, mudei, troquei a cor de meus cabelos por um rosa fluorescente, virei respondona e ainda comprarei muitos pares de lentes de contato de todas as cores possíveis. Aprendi que existe uma tal de beleza étnica, que faz existirem loiras lindas, morenas maravilhosas, ruivas exuberantes, orientais estonteantes e negras sensacionais. Que o que tava erado não era a cor dos meus olhos ou minha cara de árabe, mas a IGNORÂNCIA DAS PESSOAS! Que as meninas loirinhas não me faziam mais feia, que isso era tudo besteira!!
    Porque o que rotula as loiras de burras não são as 'morenas com dor de cotovelo', mas a ignorância, a mesma que faz as meninas morenas se sentirem menos, as meninas mulatas se sentirem menos... quando na verdade há beleza em todas nós!
    As meninas loiras são ótimas, e meus olhos escuros são lindos, feio é o preconceito das pessoas que joga uns contra os outros!
    Beijo,loira!!

    ResponderExcluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora