terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Haiti

Zilda Arns protegendo bebê no terremoto do Haiti

Hoje faz uma semana que um grande terremoto assolou Haiti. Entre milhares de perdas, a que mais chocou os brasileiros foi a morte de Zilda Arns. Uma mulher batalhadora, que viajava o mundo salvando crianças da desnutrição, das doenças e da violência.

Então que, uma semana depois do desastre, foi encontrado um bebê, de apenas 22 dias, sob os escombros. E que, para o espanto de todos, estava vivo! Hmm, não duvido que exista uma mãozinha da Zilda Arns neste resgate né?

Entre o caos e a morte, ainda existe esperança.

19 comentários:

  1. Muito emocionante ila, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Triste terremoto e lindo desenho. Muito tocante.

    Luís

    ResponderExcluir
  3. Nina,
    Obrigada!

    Luís,
    Triste mesmo. :-(

    Maria Fernanda,
    :-D

    ResponderExcluir
  4. Gostei do estilo. Parece Hotel Dusk:
    http://bit.ly/6X5Ggi
    http://bit.ly/5R9bZT
    http://bit.ly/4FS0kw

    ResponderExcluir
  5. Claudio,
    Uiammm, não conhecia! bacana. :-)

    ResponderExcluir
  6. putz!

    lindo é pouco!

    aliás, adoro seu traço, viu?

    parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Lindo post, menina! E lindo desenho também! Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Chorei !! Liindo post !! Grande sensibilidade. Por existirem pessoas com a Zilda e você é que todos os dias, ainda que alguns não queiram, renova em mim a crença no ser humano.
    Eu sou voluntária (somente no apoio) da Pastora da Criança em meu bairro. Cada uma faz a sua parte e no final, lembro do peota que disse que um mais um é sempre mais que dois. Obrigada Ila, por fazer o meu final de tarde melhor.

    ResponderExcluir
  9. Marcus,
    Obrigada! ^_^

    Anônima, oi? qual seu nome?
    Muito legal seu comentário, com certeza por existir pessoas como vc que o mundo também se torna um lugar melhor. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Ila o comentário do anônimo aí em cima sou eu Lourdes Tayt-Sohn. Já postei em outro post uma vez. Por engano, o meu comentário saiu como "anônimo", mas gosto de me identificar. Bjs e renovo aqui a beleza que vi no seu post. A leveza, a delicadeza, a gentileza, com que vc se referiu a Sra. Zilda foi muito bonito. Até porque, amo anjos, e a ilustração ficou linda. Bjs, iluminada.

    ResponderExcluir
  11. Ahhh oi Maria de Lourdes! me lembrei de você! comentou estes dias no post "Luxo, poder e glamour" né? ;-)

    beijocas

    ResponderExcluir
  12. Muito bom o seu blog! Mas minha alma cética me diz que o bebê não foi salvo por um anjo, mas sim por uma conjunção de fatores fortuitos.

    ResponderExcluir
  13. Alvaro,
    Pode ter sido isso mesmo, claro. Aliás, esta semana uma senhora de 70 anos, que passou 7 DIAS sob os escombros saiu CANTANDO de lá. Alguns podem dizer que foi algum efeito colateral de se passar vários dias sem comida e água. Eu prefiro pensar que realmente suas orações tenham dado forças para sair de lá, como uma maneira de manter o corpo são e não se entregar.
    Mas não custa deixar a vida um pouco mais mágica não? ;-)

    ResponderExcluir
  14. De qualquer maneira, os fatos são irrelevantes em representações artísticas. Eu sou ateu e consigo enxergar a beleza da Capela Sistina, da mesma maneira que acho o desenho da Ila bonito independente de qual seja o motivo real do salvamento do bebê.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns, adorei!
    Mas eu sou suspeita, pq sou sua fã já faz tempo, né...
    Bju!

    ResponderExcluir
  16. Ei Ilinha! Lindo, como sempre. Eu me emociono muito com estes casos. É realmente impressionante o esforço da vida para se manter de pé.

    ResponderExcluir
  17. que desenho mais sensível.
    gostei muito!

    ResponderExcluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora