segunda-feira, 20 de julho de 2009

Reverencia às Referencias

Sempre fui a desenhista da família e da turma. Se precisavam de alguém para desenhar um gato, chamavam a Ila! Se precisavam de alguém para jogar Imagem & Ação, chamavam a Ila! Se precisavam de alguém para entreter a priminha por algumas horas, chamavam a Ila!

Mas se por um lado era divertido ser a queridinha das professoras de educação artística, por outro lado me assombrava aquela expectativa das pessoas de que eu soubesse desenhar tudo lindo e perfeito.

Como eu morava no interior nunca tive muito acesso à cursos, livros ou revistas para me especializar no assunto (ai que falta me fazia uma internet naquela época!), tudo que me restava era me deixar levar pela empolgação mesmo, sem técnica nenhuma. Pra piorar a situação eu achava que para ser uma desenhista "de verdade" eu tinha que saber desenhar TUDO, sem usar referencia alguma. Se eu fizesse isso estaria trapaceando. Coitada de mim!

Isso acabava sendo muito frustrante, pois muitas vezes precisei desenhar algo que não sabia. Me lembro de uma ocasião em que fiquei sabendo que muitos desenhistas conceituados, como o mestre das Pin-ups Gil Elvgren, o ilustrador Normal Rockwell e o conceituado quadrinista Alex Ross, tinham pastas e pastas de materiais de referencia. Ufa, que alívio foi saber disso! Compreendi que não era errado usar uma fotografia como "gabarito" para deixar a arte mais natural e dinâmica, fazendo isso eu estaria até aprendendo! Afinal ninguém nasce sabendo tudo né?

Com os anos percebi que desenhar é prática. Uma sucessão de tentativas e erros. Assim como tudo nesta vida.

Antes e Depois, referencias fotograficas, Norman Rockwell, dicas para ilustradores by ila fox
Antes e depois - Referencias fotográficas de Norman Rockwell

Antes e Depois Pinup, referencias fotograficas, Gil Elvgren, dicas para ilustradores by ila fox
Antes e depois - Referencias fotográficas de Gil Elvgren

8 comentários:

  1. O George Pérez também achava que referências eram trapaça, quando ele desencanou a arte dele ficou muito melhor!

    ResponderExcluir
  2. Hehehe eu passei a mesma coisa. Tudo que precisavam de desenho, vinham a mim. Tinha gente até de outras cidades! Acho que é uma característica comum a nós da "arrrrrrte".
    Parabéns pelo site, mocinha, sempre um avanço.
    Eu continuo morrendo de preguiça rs
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Peterson,
    Preguiça? procrastinação? falta de inspiração?? ahhh nós os artistas...

    ResponderExcluir
  4. Menina! Copiar já é um dom e tanto. Eu sou tão desastrada pra desenho que até aqueles mapas que eu tinha que fazer no colégio, com folha de seda por cima, o meu ficava péssimo.

    ResponderExcluir
  5. Eu só sei fazer desenho de palitinho e olha lá...rsrsrs
    Gostaria muito de ter esse dom, isso facilitaria bastante minha vida, pois fazer story-board sem saber desenhar é um terror!

    ResponderExcluir
  6. Excelente seu trabalho virei fã....bjos

    ResponderExcluir
  7. Carrie,
    Nossa, me lembrei das aulas de geografia onde tínhamos que desenhar os mapas... eu só gostava de pintar, pois não curtia fazer aquelas dobrinhas do mapa. :-P

    Cleber,
    Tem uns story boards que são praticamente Graphic Novel, hehe

    ResponderExcluir
  8. Eu andava meio desestimulado, estou em busca de um traço novo, uma indenidade visual minha, ler isso aqui me deixou bem melhor, sou ilustrador em Recife, continua assim isso aqui ta ótimo ^^

    ResponderExcluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora