sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Não seja uma Cópia!

Não seja uma cópia, não seja genérico, como ser original, ilustração by ila fox

Olha, não sei se fico feliz ou triste cada vez que me deparo com um blog com o estilo imitando o meu...

As vezes reconheço um traço, um jeito de escrever, os estilos de caricatura e convites, uma série do gênero "Eu Adoro, Eu Odeio, Sou uma Pessoa Antiga, Recordar é Viver, Carapuças"... Isso quando não copiam algum post e até mesmo os meus trabalhos!

Fico feliz de ver que inspiro as pessoas, mas triste de ver que o pessoal não parece muito preocupado em definir um estilo próprio, e muito menos em admitir a "inspiração". Alguns sequer citam nomes como parte de suas referencias. E reconhecimento que é bom...

Sabe, quando fiz meu blog procurei criar algo diferente. Não queria ser apenas mais uma "ilustradora-parecida-com-aquela-outra", queria ser a primeira Ila Fox! Queria um espaço profissional, mas que as pessoas ficassem a vontade para conversar, como a sala da casa da gente. Queria que conhecessem meu trabalho mas me conhecessem também. Algo que tivesse a ver comigo, com minha história e meu estilo de vida. É por isso que me blog é especial e tem a minha cara.

Sei que "Nada se cria, tudo se copia". Também sei que todo artista em formação vai ser um mix de quem ele admira. Mas vamos combinar que se conformar em ser apenas uma cópia genérica é muito limitador! Acredito que originalidade e estilo só se consegue com muita prática e auto conhecimento, por isso que se as pessoas se dedicassem a terem um estilo próprio o mundo seria bem mais colorido e interessante!

Ilustradores, procurem sua identidade, sejam originais e façam a diferença!

49 comentários:

  1. Ila, sempre digo isso: seus trabalhos são uma inspiração para mim!!!
    Teve uma vez que eu visitei o blog de um caricaturista e vi que ele "copiou sua ideia de lembrancinhas que trocam de roupa" e deu os devidos créditos a você, e vi também que você comentou agradecendo, achei super legal, o cara usou sua ideia mas também divulgou a fonte! Realmente nós novatos nos vemos perdidos em um mundo de estilo etc, mas acredito que com o tempo e experiencia encontraremos nosso próprio estilo!! =D

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Eu já vi a ideia da boneca que troca de roupa tipo imã em muitos blogs, e não acho nada de mal vários fazerem , porque afinal a ideia original é da Mattel , quando lançaram uma Barbie que magnética que troca de roupa.Como o Chacrinha disse nada se cria tudo se cópia,mas com moderação, né?

      Excluir
    2. Oi Leandro, lembro desse cara, ele tinha feito pro sobrinho e tal, mas não pretendia comercializar, algo assim né? ;-)

      Excluir
    3. Oi Aline, Na verdade as bonequinhas de roupinhas já existiam beeeem antes desta Barbie Magnética. Vieram das bonequinhas de roupinhas feitas de papel! A diferença é que pela primeira vez as mamãe podem personalizar com seus filhos e colocando as roupinhas que quiserem. ;-)

      Excluir
    4. A de papel é clássica, e ela ja fez pra mim brincar quando era criança e hoje em dia acho que já vende novamente.

      Excluir
    5. Essas lembranças me fazem lembrar da minha infância... eu amava as bonecas de papel que trocavam de roupa. Mas realmente nunca tinha visto como lembrança, só aqui. Assim, acho que mesmo que a ideia já seja antiga, o uso dessa forma merece os devidos créditos.

      Bacana a pessoa ter usado e se referido à fonte. :)

      #prontodesenhei

      Excluir
  2. Mas o que vc encontrou por aí, é igualzinho aos seus desenhos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, São vários casos, de todos os tipos, desde gente copiando o estilo do desenho até o contexto geral do blog, não dá para ficar citando exemplos...

      Excluir

  3. Bom dia
    eu faço artesanato de EVA e vejo muita coisa igual, aliás nos inspiramos em outras porque é inevitável, é igual moda, produtos alimentícios veja o yakult depois vieram chanito, vigorzinho e etc. Nesse caso de desenho desde que o traço não seja igual, vale a inspiração.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas foi o que eu disse no post, existe a inspiração no mundo das artes? Claro! Agora uma coisa é tentar buscar seu estilo e se tornar único e outra coisa é ser uma cópia genérica de outra pessoa. Se todos se dedicassem a terem um estilo próprio e inventar suas próprias artes o mundo seria bem mais interessante!

      Excluir
  4. Nossa que chato, seu trabalho realmente é impressionante e deve servir como inspiração sim mas não como copia.
    Continue fazendo o que você sabe fazer de melhor, força (:
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem problema ser inspiração para alguém, desde que a pessoa não queira ser eu! hehe.

      Excluir
  5. Ila, é o que sempre digo para meus alunos. Busquem seu estilo, criem, produzam, sejam únicos! Infelizmente as pessoas acham mais comodo copiar o estilo de alguém que já alcançou o sucesso, por isso abusam deste artifício achando que assim também irão alcançar o mesmo sucesso. Que engano!

    Lá na frente verão que isso limita e muito a capacidade total do artista!

    Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Helena, e é um assunto tão delicado né? pois mexe com o ego do artista e tal. Ninguém quer ser copiado, ninguém quer ser uma cópia...

      Excluir
    2. Ontem mesmo estava conversando sobre isso com uns amigos! Pegue como exemplo o Romero Britto que apesar de toda crítica que sofre faz um tremendo sucesso com seus desenhos multicoloridos. Tanto que foi copiado à exaustão pelos outros artistas! Alguns tem a cara de pau de assumir que são cópias vendendo seu trabalho como Estilo Romero Britto!!

      Excluir
    3. Verdade, o Romero Britto é copiado à exaustão por aí! Pior que existe uma diferença bem sútil entre "se inspirar" e "tentar ser". Mas pelo menos alguns assumem que tem o estilo do Romero Britto né? hehe

      Excluir
    4. ROMERO BRITO É COPIADO DEMAIS, DAQUI A POUCO VÃO VENDER CÓPIAS DELE DIZENDO QUE FOI ELE QUEM PINTOU, SÃO OS CARA DE PAU
      ALEX

      Excluir
  6. Oi não conhecia teu blog. Gostei. Vou adicionar aos meus favoritos...

    ResponderExcluir
  7. Tenho muitas inspirações, recomeçar o meu blog e me dedicar a ele, posso dizer que me inspirei em vc ^^, já disse várias vezes, a organização do seu blog é incrivel ^^.
    Mas como vc disse se inspirar é uma coisa, querer ser a pessoa é completamente outra, e isto não faz bem pra ninguém >.<...

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh obrigada! É isso aí, a pessoa tentar ser outra só vai frustrar por nunca ser igual, além de prejudicar o desenvolvimento de um estilo que poderia fazer ainda mais sucesso que a inspiração...

      Excluir
  8. Isso que acontece num mundo quando 99% das pessoas copiam e 1% cria. -__-'

    O jeito é pensar que as pessoas originais serão lembradas com mais entusiamos por suas criações, enquanto as cópias serão apenas cópias!!!

    *Isa*

    ResponderExcluir
  9. Wanderson Santos25 janeiro, 2013

    Você faz um belo trabalho, mas dá pra perceber a referência à vários artistas, que vão desde Osamu Tezuka até claramente Maurício de Souza. Mas sem dúvida você transformou suas inspirações em uma identidade artística.

    Acredito que as pessoas não vão parar de se inspirar ou copiar trabalhos com ou sem referência, pois nossa criação sempre é resultado de uma influência direta ou indireta, e para alcançar uma identidade própria ao longo de vários anos, tenho certeza que você copiou muito trabalho de grandes gênios!

    Me lembro na minha adolescência desenhando Os Simpsons (Matt Groening, que hj é muito copiado), os desenhos originais de Spiderman (o fabuloso Jonh Romita Jr), até chegar no Todd MacFarlane (todo mundo queria desenhar igual ele! rs) e por fim arriscar traços de anime que foram copiados e evoluídos apartir do mestre Osamu Tezuka.

    Enfim, segui outros rumos de uma carreira que tem dado muito certo, mas sinto muitas saudades dos meus desenhos. Admiro muito como o Ricardo fez ressurgir em você este talento que estava guardado. Espero que um dia aconteça comigo! No mais tardar quando aposentar! rs

    Cedo ou tarde as origens são descobertas. Com ou sem referência. E pra mim o mais gostoso é saber que agora, neste segundo, várias pessoas admiram seu trabalho!

    O que eu quero dizer com tudo isso? A identidade própria vem depois de muitas cópias! De muitos anos, e de muita personalidade. Nem todo mundo conseguirá chegar numa identidade artística, mas sem dúvida quem chegou copiou muito pra chegar lá.

    Admiro muito seu trabalho. Não é só muito agradável visualmente (acima da média graças a seus Mestres!), mas vc comunica através deles de uma forma única! Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um lance curioso sobre esta busca pelo estilo próprio através de inspirações, é que mesmo os grandes mestres se inspiraram em outros e hoje são conhecidos por seus estilos únicos: O Tesuka se inspirou nos desenhos do Walt Disney, e o Maurício de Sousa se inspirou nos mangás. ;-)

      Ou seja, se inspirar em alguém não é o problema, mas não desenvolver o próprio estilo é que é ruim! Já pensou se o Tesuka tivesse inventado de fazer um ratinho para concorrer com o Mickey? Ou O Maurício de Sousa tivesse feito uma versão de Princesa e o Cavaleiro? ;-)

      p.s - Meu traço é influencia dos animes e mangás que li na adolescência e um pouco de Disney também. ;-)

      Excluir
    2. Wanderson Santos25 janeiro, 2013

      Sobre lances curiosos, imagina se a SEGA tivesse feito uma versão do Mario Bros? E foi isso que aconteceu! A SEGA tentou literalmente copiar o Mario e criou o Dr. Eggman (que seria um herói bigodudo com camisa de turista) que acabou virando o vilão Robotnik. :-)

      Sem contar o Sonic, que é claramente inspirado no Mickey. Repare bem nos olhos e nas luvas. Mario Bros. é uma boa mescla de Tesuka e Disney!

      Ah... e como não lembrar de The Lion King da Disney como uma cópia de Kimba The White Lion de Tesuka. E ambos são lindas obras! http://en.wikipedia.org/wiki/Kimba_the_White_Lion#The_Lion_King_controversy

      Vejo que o resultado de toda estas cópias e/ou inspirações foram novas criações (transformadas) e então novas identidades visuais. Acredito que é o tempo que faz o artista criar sua identidade e sem dúvida copiando aquilo de bom que os mestres fazem.

      Abraço, mestre!

      PS.: Nunca copiei um desenho seu! rs

      Excluir
    3. Walt Disney, com certeza, se inspirou em Tesuka, além de muitos outros, afinal muitos contos de fadas não são criações dele! Porém, adaptando histórias românticas, aventuras ou contos de terror para contos de fadas, criou seu estilo próprio, hoje conhecido no mundo todo! É um dos meus favoritos, afinal com ele pode-se dar expressões humanas a qualquer coisa! E os rostos e corpos são muito expressivos, como no mangá. Outra coisa legal é que Disney adapta seu estilo a cada conto, como no desenho do Tarzan, ou então no Hércules, que usou traços mais "gregos" hehe.
      Eu cresci vendo Disney, vejo até hoje e com certeza me inspiro um pouco nele, além dos mangás e do estilo clássico.

      Excluir
  10. Realmente copiar não é legal. Gosto muito do teu trabalho e já acompanho a um bom tempo, mas raramente comento por falta de tempo mesmo. E teus desenhos me inspiraram a voltar a desenhar... É legal saber que inspiramos alguém, mas descobrir que alguém nos copia nunca agrada...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Pois é, o pessoal tem que entender que tem uma grande diferença entre inspirar-se e até ter como influência diversos artistas que admiramos, e ser "wannabes" desses artistas... eu com certeza tenho vários artistas q admiro e q me influenciam, e volta e meia recorro a obras deles pra refrescar as ideias, estudar, e me inspirar! A gente vai formando um mosaico de inspirações e a partir disso modelando nosso próprio estilo... ninguém é uma ilha no mundo. Mas o importante é essa busca por sua própria essência. Percebo que muita gente quer dar um "passo maior que a perna", pega pra si um conceito que já tá pronto, e usa, sem nenhuma autocrítica, se dar aquele tempo de desenvolvimento e auto-descoberta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso Carol, Povo acha mais fácil usar uma ideia que já vem dando certo, até pela facilidade. Mas o que não percebem é que com isso só estão se tornando uma cópia fajuta. :-P

      Excluir
  12. É engraçado, porque é exatamente a identidade que diferencia um ilustrador do outro. Copiando ou simulando o estilo de alguém vai, no mínimo, garantir um trabalho de remuneração inferior ao que teu cliente pagaria pelo trabalho do ilustrador original (senão o cliente teria contratado o original mesmo!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. É fácil copiar, difícil é ser profissional. ;-)

      Excluir
  13. Que gente sem imaginação copiar trabalho dos outros! E que mico a pessoa que comentou no seu blog se passando por outra pessoa neh??!!! Fiquei com vergonha alheia!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Mi, você viu só? É fácil copiar os outros, difícil é ser profissional e não fazer comentários fakes mal educados no blog dos outros! aff :-P

      Excluir
  14. Concordo com vc,mas devemos concordar que muitos dos grandes artistas, cada um em sua época tinham artistas a se espelharem. Sou contra fazer igual, copiar e mudar algum detalhe, mas, todos tiveram a quem se inspirar. Por exemplo o Mangá, diversos artistas japoneses criam desenhos com histórias diferentes mas se ver o desenho é quase igual, cabeção, cabelão, olhão, bocão, nariz pequeno, poderes, magias. Não quero dar a ideia aqui de que devem fazer igual, mas se alguém faz igual a mim e penso o seguinte; "Caramba, estou inspirando alguém a fazer trabalhos semelhantes ao que eu faço, consegui plantar uma sementinha de inspiração em alguém, mas se fazer exatamente o meu desenho e com o mesmo conceito, ai vô pra cima..."
    Parabéns pelo seu trabalho, continue a inspirar pessoas que querem ser donas de seus próprios narizes.

    Bjão.
    Caio Yokota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu super entendo as inspirações! Porém, tem uma diferença entre ser um verdadeiro artista e uma cópia. O verdadeiro artista desenvolve seu próprio estilo através de suas inspirações, enquanto o artista mequetrefe se contenta em ser uma cópia fajuta dos outros. :-P

      Excluir
  15. Nossa, me lembrei de quando tinha 11 anos e levava uma pasta cheia de desenhos pra escola. Um dia voltei pra sala antes de terminar o recreio e peguei uma colega 'colando' um desenho da minha pasta da pior forma possível; ela tascou um sulfite por cima do plástico da pasta e foi riscando, praticamente decalcando a inaptidão dela em cima do meu desenho, estragando toda a folha de plástico e amassando meu desenho original. Eu fiquei furiosa, bufei, gritei, dei um show... ela me olhou com cara de vítima e disse que eu era RUIM. Afinal, que mal tem eu ajudar uma colega que não leva tanto jeito com desenho né? Aff...

    ResponderExcluir
  16. Ila, olha o que achei

    http://www.materiaincognita.com.br/beijo-animal-maquiagem-ousada-com-desenhos-de-bichos-nos-labios/#.UQWpjR3olvA

    um beijo fox pra você rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve dar até dózinha de beijar né? hehe

      Excluir
  17. Olá Ila! Não tem absolutamente nada a ver com o assunto deste post, mas falando em imitações, um dia destes, passando pela frente da tv, achei que vc tinha fechado contrato com a Globo! Não sei exatamente em qual novela, mas tem uma atriz que se parece demais contigo! Já te disseram isto? Quem diria, heim! Até na tv já estão te imitando! he, he! Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, acho que sei quem é, é a Bianca Bin né? minha Vó comentou que parece comigo mesmo! hehe

      Excluir
  18. Ila, o ser humano tem um sério problema: pensamentos prontos o atrai.
    É fácil, é cômodo. Pra quê pensar se alguém pensa por mim? Posso usar frases prontas, mensagens prontas, desenhos prontos, tomando como se fossem meus, afinal eu posso me identificar com eles, formando minha personalidade, mesmo que limitada. Isso impede que as pessoas formem suas próprias personalidades, impede que sejam únicas!
    Claro que uso certas frases para inspirar minha vida ou ensinar os outros, mas você sabe como ninguém o quanto é legal ser único, ver nossa crianção prontinha e pensar: foi eu que fiz! A satisfação ter ver o trabalho feito é maravilhosa!
    Vamos seguir os mestres, aprender com eles, mas sejamos nós mesmos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Ila! Acho isso pééssimo, por outro lado é uma forma torta de valorização do seu trabalho!!

    ResponderExcluir
  20. Quando eu comecei meu blog não sabia como começar rsrs Isso há uns 4-5 anos atrás. Comecei com caricaturas dos pessoal do laboratório de biologia que eu estagiava, depois com desenhos aleatórios... mas tudo começou e não continuou. Daí encontrei um blog que retratava exatamente o que eu queria (um caderno rosa, pq eu desenhava em um caderno assim) e pedi permissão da autora para usar o layout. Acabei criando uma amizade com essa autora e sou apreciadora do blog dela até hoje. Quanto ao conteúdo, tudo acabava se misturando, desenho com opiniões, fotos com relatos.. e com o tempo fui parando de desenhar... às vezes não desenhava... tudo misturado ao final da graduação, mestrado, primeiro emprego, concursos.... acabei tornando aquele espaço um escape, virou mesmo um blog pessoal, mas sem meus desenhos, o principal motivo para sua criação.

    Com o tempo fui adequando a página e os assuntos ao meu estilo. Hoje meu blog não se parece nem um pouco com aquele caderno rosa, e sim com o fundo de uma folha de papel de desenho, do jeito que eu gosto. Alías, deletei o blog antigo e o recriei todo, focado nos meus desenhos. Meu traço é tão meu que consegue ser reconhecido mesmo pintado por outra pessoa em uma almofada (o caso do plágio rsrs). Ou seja, foi um processo.. me inspirei em alguns blogs para começar, fugi um pouco do meu estilo, depois com o tempo fui me reencontrando e hoje estou segura do que desenho e publico.

    Acredito que no começo algumas pessoas sentem muita dificuldade em criar algo, mesmo querendo isso. Talvez seja preguiça ou dificuldade em pensar em algo em função do dia a dia... mas pela experiência, tudo que não se faz de forma original ou com coração não se prolonga. Não fique triste, Clara Alvarenga (eu!), Clara Gavilan, Carlos Ruas, Ila Fox... são todos únicos! :)

    Um grande abraço

    Clara

    #prontodesenhei

    ResponderExcluir
  21. Pois é, há muita gente invejosa que sempre quer um pouco do seu talento "emprestado" '-'
    Ah! E o seu site já tá na página de créditos do meu blog! Adoro as suas tirinhas e suas caricaturas :) Bom Trabalho!

    ResponderExcluir
  22. Pensei até em pegar umas coisinhas interessantes aqui do seu blog (ia começar uma coleção de imagens e curiosidades de blogs que eu ando visitando por aí) e colocar lá no meu perfil do Facebook, lhe dando os devidos créditos obviamente, mas depois de ler esse artigo desanimei. :-(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se este post te desanimou, imagine este outro aqui. :-P - http://www.ilafox.com/2010/12/um-aviso-legal.html

      Mas enfim, não tem problema você postar um desenho meu no seu Facebook ou Blog DESDE que coloque meu nome e link na legenda da imagem. Afinal, se a imagem é tão legal que merece ser compartilhada eu tbm mereço umas visitas em troca né? ;-)

      Beijos

      Excluir
    2. Oba! Assim eu fico mais tranquilo. O seu nome e do endereço desse blog vão ser citados em cada imagem que eu publicar lá no Face.

      Bjs.

      Excluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora