quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Ila em Fatos #22

Ila em fatos: sou super controlada com dinheiro, ilustração by ila fox

Sou o tipo de pessoa que pensa não uma, mas umas mil vezes antes de comprar qualquer coisa. Mas não pensem que sou muquirana não, é que como já passei muito aperto nesta vida eu aprendi a valorizar cada moedinha que tenho. Sempre me perguntando se o objeto de desejo é realmente necessário ou se é só um fogo no rabo passageiro. Claro que ninguém é de ferro e já torrei uma boa graninha por aí, especialmente em viagens. Mas sempre com muita parciomonia. Afinal, nunca dá para saber como será o dia de amanhã.

A desvantagem de ser assim é que tem sempre alguém que pede um “dinheirinho” emprestado. E geralmente quem pede são aquelas pessoas que mais gastam por impulso, que não se preocupam em ter um fundo de reserva, que não tem um planejamento financeiro... Engraçado, aprender a controlar as finanças e passar algumas vontades ninguém quer né?

E como já diria o ditado: “O segredo não é o quanto você ganha, mas o quanto você gasta”. Fica a dica para os consumistas de plantão.

32 comentários:

  1. Com certeza você tem toda a razão!
    Já fui assim também, se sair e gastar, mas no meu caso era com presentes... Nossa como minha mãe me cobrava quanto a isso..
    Quando passei por um aperto onde vi que minhas contas estavam atrasando e eu só gastando... Resolvi sentar, colocar todas as contas na ponta do lápis e me organizar.
    Consegui colocar todas em dia e hoje posso dizer que estou mais controlada... mas as vezes né... rsrsrs...

    Ah! E mais uma vez um desenho excelente.

    bjs.
    Lis

    ResponderExcluir
  2. Lis,
    Presente é sempre gostoso comprar, mas quando é de coração. Não gosto de dar presentes por obrigação, ou pq a pessoa pediu. De qualquer forma eu sempre fui assim, não me lembro de ser gastona. ;-)

    ResponderExcluir
  3. Ila, assino embaixo do seu post! tambem sou ultra economica e evito gastar meu dinheiro desnecessariamente. E também não gosto quando as pessoas vem pedir dinheiro não! se cada um cuidasse do seu dinheiro não teria necessidade de pedir né?

    ResponderExcluir
  4. Nina,
    Exato. Já fui boazinha de emprestar dinheiro, mas depois de levar uns calotes me tornei bem chata neste sentido. Se eu consigo passar algumas vontades na hora de poupar o dinheiro pq a pessoa também não aprende isso né?

    ResponderExcluir
  5. Estou tentando me controlar com o meu consumismo principalmente no fim de ano.

    Dificil controlar o bolso com criança em casa, Deus dai-me forças!!! kkkk

    ResponderExcluir
  6. Nossa!! Eu também não consigo sair gastando por impulso!!!
    Valorizo cada centavo!!
    Esses dias, por exemplo, não tive coragem de dar R$ 200,00 num vestidinho!! Era lindo, mas não tinha nada demais, sabe?
    Ainda bem que meu marido pensa como eu. A gente prefere poupar e pensar bem antes de gastar.
    Lógico que sem paranoias, né?! Isso acontece de forma natural pra gente.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. AnaLu,
    Pelo que vejo filhos são um tremendo rombo no orçamento mesmo. Pior é que a impressão que tenho é que estas crianças de hoje enjoam dos brinquedos rapidinho. E as crianças de hoje estão cada vez mais consumistas né? assustador!

    Juliana B,
    Aqui em casa o Ricardo tbm é bem controlado. Odiaria ser casada com homem gastão! já vi isso de perto e é um porre, principalmente quando acaba sobrando as dividas pra mulher. :-P
    É importante ser econômica naturalmente, sem paranoia. Eu por exemplo, apesar de eu evitar gastos desnecessários estes dias comprei um óculos lindo por 300 reais, e não me arrependi, pq sei que não foi por impulso e era um produto de qualidade. ;-)

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu faço parte deste clube! Acabamos levando o nome de muquiranas mesmo, mas no final do ano não ficamos arrancando os cabelos com dívidas e sem nenhuma reserva de emergência. O consumo consciente engloba absolutamente tudo que pensamos se realmente é necessário consumir. É ótimo comprar coisas novas, mas principalmente sem se sentir culpada! ^^

    ResponderExcluir
  9. Nêssa,
    Exatamente! nada de ficar com a conta e o nome no vermelho! ;-)
    Existe muita matéria sobre o consumo consciente, mas infelizmente parece que tudo leva as pessoas a gastarem mais e mais. Principalmente com eletrônicos que ficam defasados cada vez mais rápido. :-/

    ResponderExcluir
  10. Quando vejo já gastei ateh o que eu não tinha com compras, preciso me controlaaaar!!!

    ResponderExcluir
  11. Rose F,
    Tem que aprender a se controlar mulher! hehe

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre bato nesta tecla: AS ESCOLAS DEVERIAM TER UMA MATERIA SOBRE PLANEJAMENTO FINANCEIRO!

    Cada dia mais vejo crianças se tornando pequenos consumistas, muitas vezes piores que os proprios pais (que não souberam dar o bom exemplo).

    Eu também sou super controlada com meus gastos. Já ganhei até apelido de Maria Muquirana, rs

    ResponderExcluir
  13. Maria Helena,
    Como sempre digo: melhor ganhar fama de muquirana do que de endividada né? hehe. ;-)
    E concordo, deveria haver uma matéria dessas nas escolas! quem sabe tornariam alguns adultos mais responsáveis com suas finanças.

    ResponderExcluir
  14. É tão dificil trabalhar e ganhar nosso dinheiro suado, devemos ter mais consiencia na hora de de gasta-lo! ou viveremos para pagar as contas e dividas sem nenhum tipo de conforto.


    Rejane

    ResponderExcluir
  15. Rejane,
    Como diz o ditado "Dinheiro que vem fácil, vai fácil". Gente que não trabalha e espera que o dinheiro caia do céu não sabe gastar. Só ver a quantidade de gente que ainda vive com os pais e não quer saber de ter responsabilidades.

    ResponderExcluir
  16. Ana Helena Dias15 dezembro, 2011

    Oi, Ila

    Vou mandar esse post para meu cunhado...ela gasta o dele, o que não tem e o dos outros, coitada da minha sogra bobona caiu na labia dele pela 2 vez e fez emprestimos pra ele, bem que meu marido avisou, mas ela fez. Deve tio, o irmão, a tia. Quando ele casou ele veio com papo que estava faltando sei lá o que e os bobos da famila acabaram pagando. Vc acredita que meu marido deu as alianças, depois ele perdeu jogando bola, meu marido tirou no cartaõ e ele não pagou, resumindo as aliança do safado foi pago com dineiro que deveria ter ficado aqui em casa. Já passei muita de raiva com essa situação.Ainda bem que o povo agora aprendeu. Meu marido já valou ante com suas pernas,e ganhou apelido de vacilão no meio da família. Imagina se um cara desse pega dinheiro com agiota, vai pra vala. Bj, Ila seu desenho tá lindo

    ResponderExcluir
  17. Gente que pede dinheiro emprestado é uóóóó!!!

    ResponderExcluir
  18. Ana Helena,
    Hahaha bem por aí, se pega com agiota tá ferrado. Aliás, fazer dívidas neste mundo "alternativo" é uma das poucas coisas que são morte certa, só ver traficantes que matam por causa de "déizão".
    Enquanto tiver gente emprestando dinheiro para este tipo de gente eles vão continuar gastando sem nenhum remorso. Vcs estão mais que certos de dar uma ignorada, quem sabe assim ele aprende o valor que o dinheiro tem!

    Jana,
    Nem fale, tem que ter muita cara de pau. Principalmente quando a pessoa não paga depois.

    ResponderExcluir
  19. Concordo plenamente com você, Ila!
    Muito oportuno este assunto que aborda o consumismo desenfreado.
    Precisamos ter pés no chão e saber valorizar cada centavo.

    ResponderExcluir
  20. Ivan,
    Ainda mais final de ano que o povo pira o cabeção nas lojas!

    ResponderExcluir
  21. A única coisa que sou "tarado" é por bugigangas eletrônica de todo tipo e qualidade mesmo assim eu sempre calculo quantas horas eu preciso trabalhar para para adquiri-las.Imagino que deve existir pessoas que ganham 10000 por mês e falta dinheiro e pessoas que ganham 3000 e sempre tem alguma sobra.
    Com todo respeito apesar de ti ser casada, vc ficou uma GATA neste desenho...

    ResponderExcluir
  22. Rodrigo,
    Haha deve ser culpa da mini-saia! :-P
    Quanto as bugigangas, engraçado que mesmo eu e o Ricardo gostando e trabalhando diretamente com estas coisas nós não temos esta pira de sair comprando todo lançamento. Por exemplo, estávamos nos EUA na época que estourou a febre do Ipad, chegamos a pegar um na mão, mas olhamos, olhamos e resolvemos não levar, pois não teria tanta utilidade para nós. Comprar só pra dizer que tem não rola né? ;-)

    ResponderExcluir
  23. Tenhu uma prima que naum pode ver uma roupa uma bolsa um sapato, um celular que ja quer comprar e sair exibindo, depois de um tempo fica tudo esquecido no canto. Ela sempre tem varios boletos para pagar, cheia de dividas, o nome sujo na praça, e assim mesmo não para de gastar!!! nunca vi igual!!!

    ResponderExcluir
  24. Quem me dera ter um IPAD mas, eu ia brincar com ele uma ou duas horas e depois eu ia encostá-lo fora que ele é muito pesado financeiramente pra mim.Gasto por mês 100 a 200 reais por mês nestas coisa...
    Meu pai sempre fala que eu e meus irmãos que somos solteiros devamos economizar 70% do salário pra quando casar poder economizar 30% do salário. Me desculpe por mais um lonooooongo comentário...

    ResponderExcluir
  25. Sheyla,
    Não sei se é o caso da sua prima, mas já vi uma pesquisa que diz que pessoas menos favorecidas compram para ter status. E ricos compram para terem exclusividade.
    Cansei de ver gente que mal tem dinheiro para comer comprando celular top de linha sabe? enquanto rico vai lá e compra um bolsa caríssima só pq é edição limitada. E assim segue a humanidade, consumindo para se auto afirmar. :-/


    Rodrigo,
    Uns meses depois a empresa deu um tablet para o Ricardo, vc acredita que ficou encostado uns meses? tipo, para todo o resto a gente já usa o desktop ou notebook. E com videogame aqui seria até besteira usar um tablet só para jogar né? No fim ele gosta de usar para ler livros e gibis. Se dependesse da gente por a mão no bolso só para este fim, nunca teríamos comprado. Ou seja, o tablet na nossa opinião é um luxo totalmente dispensável.

    ResponderExcluir
  26. Além de auto afirmação, essas pessoas que saem comprando tudo sem controle devem estar tentando preencher algum vazio interior, né? O_o

    ResponderExcluir
  27. Lari,
    Vazio interior, falta de objetivo, falta de controle...

    ResponderExcluir
  28. É muito bom estar em dia com as nossas contas. Essa história de cartão de crédito e de empréstimo faz as pessoas, principalmente quem ñ tem o controle dos seus gastos, se atolar mais.
    Bjo

    --
    Le

    ResponderExcluir
  29. Le,
    Cartão de crédito é armadilha em mão de gente consumista, para quem sabe usar é ótimo. Tem gente que conta o limite do cartão como renda, aí se ferra de acordo.

    ResponderExcluir
  30. guria, eu sou bem assim também! só gasto o necessário! já passei por tanta crise financeira nesta vida que sublimo o consumo desenfreado. hahahaha

    ResponderExcluir
  31. Oi Denise,
    Mas né? pior que consigo me controlar sem nenhum esforço também. ;-)

    ResponderExcluir
  32. Eu tb sou assim mais é bom pelo menos assim não se mete em divida desnecessária e sempre tem uma garantia se vier precisar.

    ResponderExcluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora