sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Viajando de Ônibus

Viajar de ônibus, ilustração by ila fox
Toda uma biodiversidade: Bêbados, tarados, bebês chorões, gente roncando, gente que puxa papo, gente que passa mal, gente que não pára quieta, gente que escuta música sem fones... Marmitas, isoporitos de queijo, perfumes fortes, cheiro de suor... E fora o inevitável banheiro sujo que piora drasticamente se o ar condicionado estiver quebrado. Help!

Vou contar pra vocês, toda vez que preciso encarar uma viagem dentro de um ônibus, me bate uma gastura só de pensar nos perrengues que vou ter que enfrentar até o destino final.

E olha que já foram muitas horas de estrada nesta vida, de quando ia passar as férias na casa da minha vó, da época que namorava a distancia, ou de quando ia visitar meus pais... já vi de tudo! de ciganas a tarados, de fraldas trocadas a gente vomitando em cima de mim. Tenho uma tia que jura que viu até assombração! deusulivre!

Não que viajar de avião seja aqueeela maraviiilha. Tem lá suas chatices também. Como esperar uma conexão por horas ou ter a mala extraviada. Bom, acredito que enquanto não inventarem o teletransporte estaremos todos fadados a sofrer nestas viagens mesmo. A não ser que você seja rico e poderoso para viajar num ônibus assim.

E vocês, quais dificuldades já passaram numa viagem de ônibus?

39 comentários:

  1. ila, numa viagem de ônibus rio-recife (36 horas de ônibus, nunca mais, nunca mais) uma mulher surtou, começou a chorar e gritar de madrugada, obrigando o ônibus a parar num hospital duma cidadezinha qualquer. deram um sossega-leão na criatura e ela dormiu até chegarmos em recife. lá a gente descobriu que a criatura tinha sérios problemas e não havia tomado os remédios durante a viagem. medo!!

    ResponderExcluir
  2. Telinha,
    Vixemaria, então a viagem que já era demorada e cansativa piorou ainda mais. O_o
    O pessoal deve ter ficado "feliz" com ela heim??

    ResponderExcluir
  3. Viagens realmente sao cansativas...

    Moro em Curitiba e fui uma vez visitar meu pai em Campo Grande MS.

    Ow cidadezinha pra ser quente!! Pra ajudar advinha ?! O ar-condicionado parou de funcionar no meio do caminho!!

    Realmente enquanto o teletransporte nao for inventado...vamos nos divertindo com esses perrengues.

    ResponderExcluir
  4. Shimada,
    Pior que ar condicionado quebrado, é uma fralda suja trocada dentro de um ônibus com ar condicionado quebrado. Pq os onibus de hoje não dá nem para abrir a janela e circular o ar! :-/

    ResponderExcluir
  5. Ainda bem que não tem galinha, nenêm chorando, gente escutando musica sertaneja (ruim) no rádinho de pilha.
    Existem coisas piores, viajei muito de onibus, já fiz 12h + 16h de viajem até Argentina. Lance é levar uma boa música, bons fones de ouvido e esquecer que o resto do mundo existe.

    ResponderExcluir
  6. Eu já vi de tudo em um ônibus. Quando você tenta dormir e tem aquela pessoa que não para de puxar papo, pessoas ouvindo música sem fone, pessoa que senta atras de você e fica "cutucando" a sua cadeira com o pé, crianças comendo salgadinhos barulhentos, tagarelas que tem assunto de sobra e por ai vai..

    ResponderExcluir
  7. Mesias,
    Já vi gente "assistindo" TV dentro do ônibus, que cada vez que trocava de canal, ficava aquele barulho de estática irritante. :-P

    Aline,
    Uma vez teve uma menininha que ficava o tempo todo virando pra trás e puxando papo comigo, queria escutar no meu mp3, um saco! e a mãe? nem tchuns! O_o

    ResponderExcluir
  8. Ih, Ila, é uma chatice mesmo. Eu já tive que encarar mãe que leva a criança para sentar junto do meu lado. Mesmo que eu desligue o implante (menos mal que não vou me incomodar com barulhos), ainda tinha que aturar a criança me chutando sem querer (vai saber...), ao se agitar no colo da mãe ¬¬

    ResponderExcluir
  9. Giseli,
    Já passei por esta, e a criança nem era tããão pequena assim (tinha uns 9 anos acho). Além de ficar com as pernas encostando na minha, lembro que estava com um cheiro meio azedo sabe? tipo, de quem brincou o dia todo e nem tomou um banho antes de viajar, éca.

    ResponderExcluir
  10. Putz, criança não tão limpinha assim é um dos piores tipos de cheiros para se estar num ônibus. E aquelas que não se limpam depois de comer salgadinho? ECA!
    E depois me perguntam porque que não quero ter filhos :P

    ResponderExcluir
  11. Giseli,
    Era BEM este cheiro de criança que comeu salgadinho, lambeu a ponta dos dedos e ficou lá, com aquele cheiro nojentinho. Urgh :-P

    ResponderExcluir
  12. Depois de 5 anos morando longe da mãe e da família, pegando ônibus todo mês pra ir pra casa, é tanta história que não cabe aqui. De velhinhas cariocas protestando até crianças vomitando por todo o ônibus...

    ResponderExcluir
  13. Michelli,
    Uma vez eu estava descendo do ônibus com minha mochila enorme, andando pelo corredorzinho estreito, quando vem uma moça pelo sentido contrário com a mão na boca e... VOMITOU em mim! URGH X_X

    ResponderExcluir
  14. Tarado! já viajei com um! ele ficava cheio de indiretinha, puxando papo, pegando na minha mão. Esperi ter um lugar vago e mudei de lugar!!

    ResponderExcluir
  15. Nina,
    Meu caso foi pior! eu tenho dificuldade de dormir durante a viagem, então tomei um Dramin. Mas Dramin deixa a gente mais grogue que com sono né? e certa altura da viagem, senti que alguém estava passando a mão no meu braço. Achei que fosse só impressão minha. Mas percebi que o cara realmente estava passando a mão em mim. Provavelmente "testando" para ver até onde eu estava acordada. Eu fiquei o resto da viagem acordada, com medo do cara. Até hoje não entendo pq não levantei e avisei o motorista sabe? acho que fiquei tão chocada com a ousadia do cara (ou vai ver eu estava tão grogue mesmo) que não tive ação! mas aí que raivaaaa! >:-/

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Ila! Fui lendo os comentários enquanto tomava café da manhã, e não foi muito legal XP principalmente quando cheguei na parte do cheiro de salgadinho, do cheiro azedo, etc... argh.

    Já viajei muito de ônibus, uma época só ia de fone de ouvido mesmo. Ultimamente com os preços baixos nos vôos, tenho passado mais perrengue em aeroporto mesmo... cheguei à conclusão de que pelo menos ônibus não costuma se atrasar =)

    ResponderExcluir
  17. Eiko,
    Pois é, aeroporto algumas vezes é até mais cansativo eu acho... é aquele entra e sai de avião, esperar conexões, tem que ficar ligadão no horário do seu vôo... no ônibus pelo menos vc entra e descansa até o destino final. E como vc disse, não se atrasa! ;-)

    ResponderExcluir
  18. Passo por isso todos os dias :~~~~

    ResponderExcluir
  19. Ana Meira,
    Aiai... força procê.
    Lembro que em 2000 eu trabalhava numa cidade vizinha, daí tinha que pegar um ônibus as 6 da manhã, e era uma hora e meia de viagem até lá. Não que a cidade fosse longe, mas é que ela ia parando em tudo quanto é canto. :-/

    ResponderExcluir
  20. sou do rj, mas morei 10 anos em sampa. Viajei mais de ônibus, então foi pedrada em ônibus na estrada, onibus pifar , pegando fogo no motor,briga dentro de onibus e etc.Mas graças a Deus nada mais grave como assaltos e acidentes, pois essas estradas por aí a fora sãomtão perigosas. Mas tambem teve coisas engraçadas e jeguei fazer amizades!

    ResponderExcluir
  21. Esse desenho tá muito engraçado.
    Ila voce não que participar do blog
    blogueiras unidas

    ResponderExcluir
  22. Engraçado foi uma vez, o motorista estqva saindo da rodoviaria, a maioria das pessoas ainda estavam em pé se preparando para sentarem. Foi então que ele deu um arranco. Os únicos que cairam foram: meu marido, e uma senhora com o filho que devia ter uns 12. Primeiro caiu a mulher, meu marido por cima dela e o menino em cima dele.E o donnut? Na cabeça do menino. Os 3 foram derrapando pelo corredor foi uma cena ilária , ninguem se machucou, foi engraçado e a unica que acabou rindo foi eu. Ate´hoje eu lembro e fico rindo , meu marido fica p....kkkkkk

    ResponderExcluir
  23. Patrizia,
    Ônibus quebrado no meio da estrada é uó! menos pior que for perto de um posto, e quando é no meio do nada? medo!

    Maria,
    Agradeço o convite, mas meu blog já consome muuuuito do meu tempo, ficaria complicado cooperar com outros blogs. ;-)

    Di,
    Sim, quando peidam é um problema mesmo. :-P

    ResponderExcluir
  24. Shirley,
    Nossa, alguém poderia ter se machucado pra valer com isso! que motorista sem noção né?

    ResponderExcluir
  25. Ilaaaa conta a historia de assombração que sua tia viu, curiosaaaa

    ResponderExcluir
  26. Michele,
    Então, uma vez foi uma senhora ao lado da minha tia dizendo que ela era a CARA da filha dela que tinha morrido, que chamava Kátia. Ficou este papinho de Kátia, Kátia, Kátia, até descer na rodoviária.
    Um tempo depois, em outra viagem, minha tia acordou com um cara pegando na mão dela, e também cismou que o nome dela era Kátia. Ele desceu no meio da estrada. Quando ela olhou pela janela não viu ninguém. O_o

    ResponderExcluir
  27. 28 horas dentro de um ônibus com pelo menos 90% de ciganos, aparentemente 70% deles bêbados e pelo menos 3 vomitaram, cruzando 4 países sabendo falar só inglês... mas pelo menos valeu à pena, fiz para assistir ao Big Four \o/

    ResponderExcluir
  28. Errpay,
    Nossa, espero que nenhum cigano tenha tentado ler sua mão insistentemente... ;-)

    ResponderExcluir
  29. Por duas vezes, durante a noite, homens que estavam ou do lado ou em frente ao meu banco vieram com mão boba pro meu lado. ¬¬
    Desagradável, horrível e tudo de ruim que vc pode imaginar. Imagina você acordando numa situação dessas, dando chutes e murros onde for pra sair da situação. E o filho da puta fingindo que tava dormindo... é de matar!
    Nunca mais viajo de noite sozinha.
    =/

    ResponderExcluir
  30. Ai credo... essa ultima historia da sua tia deu meeda...hihi...
    Mas sabe que apesar de todos esse perrengues eu a-do-ro viajar!! Acho que é pelo fato de estar saindo da rotina do dia-a-dia.. e viagem tá sempre ligado a um momento bom: reencontro com entes queridos, matar a saudade de lugares que há tempos não vejo, férias...etc..
    Eu moro em Ribeirão Preto e sempre que tiro férias vou pra minha terra natal na Bahia, faço questão de ir de busão meeesmo.... são 28 horas de viagem... tem perrengues sim, mas tb tem seu seu lado boom...rsr a mudança na paisagem, conheçer pessoas e cidades diferentes...encaro como uma aventura e vamo que vaaamo!! hehe

    ResponderExcluir
  31. Denise,
    E é por isso que agora, toda vez que viajo de noite eu faço questão de comprar os DOIS lugares. Fica mais caro, mas pelo menos compensa a tranquilidade de saber que vou viajar sozinha. ;-)

    L@andia,
    Nossa, 28 horas de viagem! corajosa vc menina! hehe ;-)

    ResponderExcluir
  32. Posso tolerar tudo isso mas só tem uma coisa que acho um porre é vc querer ficar na SUA e a pessoa desconhecida no seu lado querer te puxar conversa.Sempre procuro viajar acompanhado.Esse desenho já me dá aflição com vontade de abrir a janela e pular fora...

    ResponderExcluir
  33. Oi!

    Eu vivo praticamente 4 horas do meu dia dentro de um ônibus.Para falar a verdade,que masi exausta não é o trabalho e sim pegar ônibus lotado,com aquelas pessoas mal-humorada e uns noias que acha que estão na casa deles,liga o som do celular no último e nosobriga a ouvir aqulas músicas de última categoria,e ficam se achando.
    Chego no trabalho estressada.Agora para eviar e ter uma viagem masi satisfatória,tenho comigoum livro,para não ficar encarando sem querer as caras de mal-humor e quando um sem gosto liga o som para todos, ligo meu fone, e curto sozinha a minha música,essa sim e boa.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  34. Cacau,
    O Ricbit diz que a época que ele mais leu foi quando andava de ônibus. Tem suas vantagens. ;-)

    ResponderExcluir
  35. Eu saí de casa pra estudar em outra cidade, então pegava muito ônibus de 5h da manhã. Já rolou de pneu furar na estrada e ter que ficar esperando outro ônibus chegar. Mas as piores viagens foram num ônibus lotado (de gente em pé, inclusive), com um cara fedorento ruminando alguma música no meu pé do ouvido. E quando eu viajava com minha filha bebê. Era uma aflição porque quando ela não dormia, era chorando e esperneando a viagem inteira. Se é ruim pra vocês, imagine pra mãe. Por mais que a gente tente, eles não param!

    ResponderExcluir
  36. Thais,
    Eu me compadeço de mães com nenêzinhos chorões, pois sei q é uma coisa fora do controle mesmo. Teve um vôo que um menininho de uns 4 anos desandou a chorar, mas muito mesmo, irritadíssimo! eu cheguei a sair do meu lugar para ver oq eu poderia fazer (numa dessa desenhando ajuda a distrair a criança né?) mas nem assim... no fim acho que era sono, mas deu um trabalhão para a mãe. :-(

    ResponderExcluir
  37. Olá,
    ADORO histórias de ônibus! Sempre peguei ônibus porque desde pequena eu precisava ir pra outra cidade estudar e os percursos foram se tornando mais longos e distantes de casa! Já vivenciei um pouco de tudo, desde bêbados, chatos até tarados e presidiários soltos na época do natal. Eu viajava também na época em que se podia fumar dentro do ônibus... um horror!
    E ainda noutro dia um passageiro se aventurou e foi fumar no banheiro e os passageiros ficaram irados. Até que um policial foi lá falar no ouvido do indivíduo "todos aqui dentro aspiraram a sua fumaça"! Achei o máximo! O fumante saiu de fininho do ônibus pra não ser xingado. Mas acho que o fato mais hilário que eu me lembro, é quando um cobrador de ônibus (de uma linha que eu pegava com frequência) virou amigo e a viagem se transformava em sessão de terapia! O cara tava com muitos problemas com a noiva e dá-lhe conselhos daqui e de lá... e não é que ele jogou a aliança de noivado pela janela? Não acreditei! Foi muito engraçado! hehe

    ResponderExcluir
  38. Leila,
    Viajar em época de natal é complicado mesmo... tinha até me esquecido dos presidiários saindo para visitar a familia, muitos são pessoas tão comuns quanto qualquer um, mas e os que não são? imagine quanto tempo faz que não vêem uma mulher?? medo!

    ResponderExcluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora