segunda-feira, 27 de julho de 2009

As Dores e as Delícias de ser uma Ilustradora

Ila Fox com CNPJ de ilustradora, dicas para ilustradores, by ila fox

Apesar de desenhar desde sempre nunca trabalhei com isso formalmente. Mas este ano resolvi correr atrás de um sonho antigo que era de virar ilustradora freelancer. Muito bonito, muito emocionante.

O X da questão era: Sem um CNPJ eu não posso emitir nota fiscal. Sem nota fiscal eu não consigo pegar projetos de grandes empresas ou órgãos públicos. Existe a possibilidade de eu pegar uma nota emprestada, mas isso não passa muita credibilidade para os clientes...

Abrir uma empresa também estava totalmente fora de cogitação. Complicado assumir os exorbitantes encargos da selva tributária no momento. O que para quem está começando pode significar, trabalhar para pagar as contas da empresa.

Eis que parecia ter surgido a solução do meu problema (meu e de mais uma penca de ilustradores por aí).

No inicio deste mês entrou em vigor um projeto do governo para Empreendedor Individual. O Programa garante formalização de profissionais autônomos. Para se inscrever é simples, sem necessidade de contador e totalmente gratuito. Olha que beleza! Fiquei muito animada com a oportunidade de formalizar meu trabalho!

A primeira dificuldade surgiu na inscrição. Tive a infelicidade de descobrir que o programa não abrange trabalhadores que exerçam atividades intelectuais (?!). Ou seja: os caras dão suporte para uma penca de atividades que vão de açougueiro à vinagreiro, mas não para ilustradores!

Mas o detalhe fica por conta das fotos que usam no site. Uma dela é exatamente de um ilustrador! Veja só que contradição:

ilustrador no site do empreendedor individual mp3 quebrado

Dá para trabalhar informalmente? Até dá, mas vai limitar sua atuação no mercado.

Garanto que não só eu como muitos profissionais da área artística, da informática e da comunicação se sentiram lesados com este bola fora do governo... fala sério né?

40 comentários:

  1. É meio bobagem definir que aquele ou outro trabalho usa ou não o "intelecto".
    Conheço marceneiros, pintores e até predreiros (os raros e bons é claro) que para desempenhar seu trabalho despendem muito mais do intelecto, raciocínio lógico e senso crítico que muitos dos chamados "de colarinho branco", principalmente entre eles, advogados, secretários ou assistentes administradores...
    Mas e ai? fez ou não fez? tem o CNAE genérico não tem? se alguém do governo te perguntar... diga que faz como ele... quando vai trabalhar deixa o cérebro em casa... ;-)

    ResponderExcluir
  2. Dando pitaco sem ser chamado — considere‐se trabalhadora manual, que parece ser o que pensaram.

    ResponderExcluir
  3. Cara, isso é realmente muito complicado. Achei muito estranho esta qualificação deles. :-/

    Pelo Empreendedor Individual nem pude fazer por que meu trabalho não está nas listagens deles.

    O problema nem é achar um CNAE compatível, mas pagar taxas altas para a minha realidade profissional do momento.

    Mas... é investimento né?

    ResponderExcluir
  4. Dutra,

    E será que esta atividade está na listagem do Empreendedor Individual? vou dar uma olhada!

    ResponderExcluir
  5. Veja se há coisas correlatas, como artefinalista ou desenhista.

    ResponderExcluir
  6. ila, meu anjo, corre aqui: http://blog.hiro.art.br/ e leia o www.guiadoilustrador.com.br

    :D

    ResponderExcluir
  7. Dutra,
    Não, não existe. Tentei todo tipo de sinonimo para ilustradora. Para fazer parte do empreendedor individual não pode exercer função intelectual. Loucura né? O_o

    Telinha,
    Ahhh é ótimo este guia! já conhecia. Vou dar uma lida novamente.

    ResponderExcluir
  8. Puxa, tinha ficado tão animado! rs
    Depois vc mesma puxou o meu tapete kkk

    ResponderExcluir
  9. Peterson,

    Hahahaha às vezes a vida coloca tapete vermelho pra gente passar, mas quando ela resolve puxar, bau bau.

    ResponderExcluir
  10. Ila, a iniciativa é recente. O próprio Simples Nacional, no início, teve vários problemas graves, que foram ajustados pouco tempo depois. De repente vale também deixar a sugestão sobre isso, ou no site, ou ligando pra eles, enfim.

    ResponderExcluir
  11. Alexo, já saquei o que o governo quer fazer.

    Formalizar esta turma dos empregos informais é uma maneira de roubar ops, cobrar os impostos deles.

    Eles sabem que os profissionais da área de informática, de comunicação e de artes podem ganhar muito bem. Aí tbm é uma maneira de forçar a galera a se formalizar pelos meios convencionais pagando mais impostos.

    Este é o Brasil-sil-sil

    ResponderExcluir
  12. Não tema! farei meu livro infantil e ganharemos rios dedinheiro! Eu um poquinho mais, claro...

    ResponderExcluir
  13. Brasil-il, mas todo governo funciona assim, como uma balança, distribui aqui, recebe de lá e assim segue a dinâmica. Mas veja que os impostos diminuíram muuuuito desde as micro empresas (altíssimo), para o Simples Nacional (às vezes alto, as vezes sustentável), e agora, com a tal empresa individual.

    Seja como for, é como aqueles nossos papos lá, você não tem essa obrigação formal tão forte agora, que está começando. Começar é o grande passo; aos poucos ir se estruturando, se envolvendo, e no começo nem todos os clientes vão ser grandes ou com grande serviços. Até porque é uma série de coisas que você precisa se estruturar, além de ser pessoa jurídica, né?

    Enfim, a minha irmã anda interessada também nessa nova tributação, ela que é ilustradora e artesã. É legal ter uns parceiros de trabalho aí pra trocar uma ideia sobre isso, porque as dúvidas são pra todos!

    ResponderExcluir
  14. que coincidência! eu estou na sua mesma sutuação ila, apesar de também ilustrar eu trabalho mais com design gráfico e hoje eu fiquei procurando uma ocupação para me enquadrar e nada de sinonimos, tem a Cartazeiro mas essa é para quem faz aqueles cartazes a mão de supermercado...

    o que é estranho é que existem matérias recentes onde entrevistam designers gráficos falando sobre seu benefício como empreendedor individual. olha aqui:
    http://www.portaloempreendedor.com.br/empreendedor/ler_noticias.php?ordem=1450

    é muito confusa ainda a novidade do empreendedor individual para a nossa área em questão tem coisas que não fazem sentido...
    espero que muito em breve o governo compreenda isso...

    mas seria tão bom ter um CNPJ sem as altas taxas...

    aiai valeu o desabafo!
    belas ilustras!
    :)

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruno,

    Pois é, muitas contradições no ar! fiquei sabendo deste lance pela televisão. Na matéria mostrava uma ilustradora grávida dizendo que seria muito bom pelos benefícios e tal. Foi estranho ler depois que não aceita atividades intelectuais... :-/

    Além de que se for ver bem tem muita atividade intelectual na lista autorizada.

    Vai entender.... :-P

    ResponderExcluir
  16. Eu sinceramente me sinto lesado com o governo, pois como programador eu seria obrigado a abrir uma EMPRESA (não, não é micro empresa) e me matar com os impostos para vender legalmente softwares. Não ganho tanto assim, no máximo entraria na classificação de micro empresa!!

    Então passei a oferecer "serviços agregados" (suporte, propagandas online etc) e a autenticação online do software entrou como serviço anexado de segurança e validação para suporte, onde não vendo o software em si. E de resto, entram os softwares livres.

    E tome governo...

    Continuo autônomo e pago os impostos sobre serviços para a prefeitura de minha cidade, enfim, tive que dar um jeito... Mas acho que este esquema de Empreendedor Individual não vai se encaixar para mim, uma pena.

    ResponderExcluir
  17. Ila, já viu a divisã 900 do grupo 90? Trata de ATIVIDADES ARTÍSTICAS, CRIATIVAS E DE ESPETÁCULOS e a nota explicativa diz que "esta divisão compreende a produção e promoção de artes cênicas, espetáculos e atividades complementares. Compreende também as atividades de criação artística, como a de artistas plásticos (pintores, escultores) e escritores, bem como a gestão de espaços para artes cênicas, espetáculos e outras atividades artísticas."

    ResponderExcluir
  18. Márcia,
    Sim, eu tinha selecionado esta atividade. Porém quando dei OK apareceu um aviso que aquele CNAE não era válido para o programa do Empreendedor Individual.

    ResponderExcluir
  19. Put's que foda!!!...tb fiquei animadão com o lance do empreendedor individual....fui até em uma paletra do SEBRAE e tau's....mas não adianta islustrador sempre se f.
    Reta pensar em um "geitinho brasileiro"
    ,como sempre, pra da um jeito nisso!!!

    ResponderExcluir
  20. Ivandel,
    o negócio ainda é muito confuso, não vale a pena. O empreendedor indiviual é cheio de brechas para golpistas fazerem a festa! ;(

    ResponderExcluir
  21. huahuahauahauahauahuahauahau, tosador de cães! hauahauahauahuahauahauahua
    Viu só Ila, não pode desistir! hauahauaua

    Só de ver aquele e-CNPJ ali ja me deu uma arrepio! Sofri um monte até pegar a manha de tirar essas NF-e.
    úúúú saco isso...não tem escapatória, mas depois fica até mais fácil. Mas isso aí, tem que correr atras do que vc quer! :)

    ResponderExcluir
  22. Na verdade, ese lance de atividade intelectual é MUITO relativo. Tão relativo que a atividade de FOTÓGRAFO conta na lista. E qual a diferença no uso de uma ilustração e de uma fotografia? Ambas possuem a mesma carga artística e intelectual. Acho que vale é um manifesto dos ilustradores a favor da inserção da nossa atividade nessa lista. Um abraço.

    ResponderExcluir
  23. A propósito, deixo a dica: há na página do MEI um link que leva a reclamação de problemas desse sistema.
    http://www.mdic.gov.br/sitio/sistema/ouvidoria/atendimento/formFisica.php

    Já deixei lá meu manifesto a favor da inclusão de ilustradores, e designer gráficos. Deixei o exemplo de que fotógrafos estão na lista, mas ilustradores não. Um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Inglaterra alemanha,russia..enfim..paises esenvolvidos..a maioria deles sabe o q tem?FACULDADE DE ILUSTRAÇAO!
    MEU DEUS
    aqui nao existe nada do genero e prat tanto somos classificados cmo nada ¬.¬ isso tem q mudar, e mto.

    ResponderExcluir
  25. parabens pelas reflexoes mto interessantes.

    Terei de me confrontar com elas este ano.

    sucesso ai.

    ResponderExcluir
  26. É claro que dei de cara com seu blog no google enquanto pesquisava sobre isso. E é mais obvio ainda que seu post me ajudou muito. Obrigada como sempre, Ila! :)

    ResponderExcluir
  27. Oi Carol!
    Acho que enquanto não disponibilizararem atividades intelectuais no MEI não compensa. :-/

    ResponderExcluir
  28. Vc teve então de abrir uma ME? E olha que estão fazendo propagandas em varios meios sobre essa finalidade.

    ResponderExcluir
  29. DesmontaCIA,
    Quando eu entrei no MEI era algo muito novo, então pode ser que estivesse tudo muito desorganizado. Talvez seja bom para aqueles trabalhadores mais informais ou que vendam algum produto físico.
    No meu caso não compensa abrir uma empresa já que a maior parte dos meus clientes são particulares, que não necessitam de nota fiscal.

    ResponderExcluir
  30. UPDATE para o pessoal que chegou aqui só agora:

    Depois deste post desabafo eu consegui me cadastrar no Empreendedor Individual. Na falta de um CNAE que abrangesse atividades intelectuais eu usei o 58.19-1-00 (edição de cadastros, listas e outros produtos gráficos). Que legal né? NÃO.

    Em Janeiro de 2010 me disseram que o programa era cheio de falhas sérias, inclusive sobre a obtenção dos benefícios previdenciários. Com isso resolvi pular fora. E aí começa outra saga, pois no site eles não explicavam nada sobre como cancelar a inscrição! Liguei no SEBRAE e Junta Comercial e foi o maior desencontro de informações. O negócio é enrolado de tal forma que em Junho de 2010 eu ainda estava tentando cancelar. Não consegui terminar o processo sem a ajuda de um contador, que cobrou caro por isso.

    Ou seja: fujam com todas as forças do empreendedor individual. Que para mim, nada mais é que uma maneira que o governo encontrou de cobrar imposto daqueles trabalhadores informais. Quer se regularizar? abra uma Micro-Empresa. Pode ficar mais caro, mas pelo menos funciona de verdade.

    ResponderExcluir
  31. Alexandre Harano28 março, 2012

    Olá Ila.

    Estava fazendo algumas buscas envolvendo CNPJ e acabei caindo em um dos sites que surrupiaram o seu desenho do e-CNPJ. Fiz uma busca rápida pelo Google Images e vi a tristeza de ver muitos outros sem mencionar os devidos créditos.

    Só para ter uma ideia: esse post estava na terceira página da busca...

    ResponderExcluir
  32. OI Alxandre,
    Pois é, pra vc ver o nível do profissionalismo dos outros sites por aí. :-/

    ResponderExcluir
  33. Hum... bom saber desses contras viu Ila, já que eu estava pesquisando formas de me enquadrar no MEI... Acho que vou optar por abrir uma empresa mesmo.
    Valeu pelas dicas, nada melhor do que aprender com quem já teve experiência no assunto.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  34. se não abir firma pra pegar grandes trabalhos, vai ficar sempre desenhando noivinhas, isso não dá futuro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sério??? Diz aí especialista!!! Quem sabe daqui uns anos você também tenha uma vida confortável e viaje o mundo igual a mim, graças aos seus valiosos conselhos. BOA SORTE.

      Excluir
    2. Adorei sua resposta Ila!!!
      Cara panaca

      Excluir
  35. Legal seu blog, obrigada por compartilhar! Alguma novidade?

    ResponderExcluir
  36. "Em Janeiro de 2010 me disseram que o programa era cheio de falhas sérias, inclusive sobre a obtenção dos benefícios previdenciários."

    Achei estranho esse comentário, Ila.
    Me inscreví em 2010 e desde então estou com as contribuições da previdência bem certinhas. Aliás, só tive vantagens com o MEI. Tirei talão de notas, conta PJ no Banco do Brasil. Tudo tranquilo.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo, deixa o nome da próxima tá?
      Bom, na época quem me disse isso era alguém que trabalhava no meio então devia saber o que estava falando... Hoje pode ser que esteja melhor, mas quando cancelei ninguém sabia me passar a informação nenhuma. De qualquer forma o MEI não funciona pra mim pois não tem suporte para atividade intelectual.

      Excluir

Para orçamentos, por favor envie um pedido com maiores detalhes, através do meu e-mail profissional ilafox@gmail.com

Ah, e obrigada pela visita e pelos comentários! :-D

Ila Fox
Ilustradora